Sinceridade é Jóia Rara de se ver...

Recebemos esta "oração" em nosso e-mail. A pessoa que enviou a mensagem pediu para não divulgarmos sua identidade, mas perguntou se poderíamos postar aqui, como um desabafo de um crente cheio das pressões da vida.

Segue o texto, no original, sem correções ortográficas, para mantermos a simplicidade da oração:

"Eu cansei Senhor me ajude, nunca reconheci o tanto que preciso de ti!
Cansei meu Deus, cansei de tentar ser algo que não sou.
Sou fraco, sou pecador, e preciso de sua ajuda, não estou conseguindo mais me segurar, tenho feitos coisas horríveis, sei que para ti pecado não tem nível, sei que você sabe dos meus erros e dificuldades, Senhor te peço uma ajuda, ajuda para me libertar desses desejos carnais que me afastam de ti, atos que me afastam de ti, que me deixam tristes e faz com que todos que estão ao meu redor sentem uma diferença em mim, que automaticamente eu jogo sobre elas uma raiva incondicional que eu tenho dentro de mim, descontando nelas, sendo que elas não tem nada haver com tudo isso. Senhor! Ajude-me! Socorro! cansei de lutar, lutar e lutar, e quando a luta está para acabar eu me rendo, eu caio nos braços do pecado, e jogo o toalha da desistência, me caindo sobre um pecado carnal, algo egocêntrico, onde me tranco em um buraco, em uma sala escura e triste, esse lugar é meu “EU” abalado, onde me encontro em uma luta terrível na minha mente,  coisas boas passam nela, mais uma enxurrada  de pensamentos ruins vem sobre mim. Vontade de desistir e vegetar, para no tempo, acordar comer e dormir, e esperar o fim.
Mas você é muito bom, alem de tudo que já ouvir de bondade e amor, você é maravilhoso, colocando pessoas no meu caminho, dentro do meu quarto escuro, e são pessoas que usadas por ti, mostram o porquê de não desistir, e depois de uma grande conversa, toda enxurrada vai acabando, mais os pensamentos ruins não somem, eles estão ali calmos, sem agitação, tendo eu que aprender a controlá-los, e vou retomando, mais uma batalha da vida, mais uma luta da semana.
Espero um dia ser usado para acalmar essas enxurradas e tempestades na vida de alguém! Senhor eu te agradeço, por ter te conhecido, por me amar incondicionalmente, por ter colocado verdadeiros amigos na minha vida, e te agradeço por me aturar tanto nos meus dias de birra e depressão momentânea (se é que isso exista).
 Jesus, eu te amo, obrigado por fazer por mim, o que eu não consigo fazer por você!"

O mandamento de "chorar com os que choram" vale muito nessas horas. Chorei ao ler as linhas desta tão desprendida oração.

4 comentários:

morena moraes 3 de março de 2010 14:37  

acho que eu só ouvi orações assim dentro da minha própria cabeça. =S

Rick Serrat 3 de março de 2010 15:04  

acho que eu só ouvi orações assim dentro da minha própria cabeça.[2]

Ira 4 de março de 2010 11:40  

acho que eu só ouvi orações assim dentro da minha própria cabeça.[3]

Samuel Varela 6 de março de 2010 13:05  

Muito bonita essa oração que é um verdadeiro testemunho de vida.
Essa última frase eu vou guardar sempre comigo:
"Jesus, eu te amo, obrigado por fazer por mim, o que eu não consigo fazer por você!"

Postar um comentário

BLOG BOOKS!

Onde é que tá?

Divulgue-nos

T-7

Territorianos

Facebook

Comparsas

Siga-nos no Twitter

ImageHost.org
BlogBlogs.Com.Br