Milagre, milagrinho, milagrão... ou não.

por Felipe Nogs

Não é engraçado? Nunca houveram tantos “milagres e maravilhas” como as que ocorrem hoje. Nunca se viram tantas coisas diferentes e “novas”. Será que estamos vivendo um ápice na profundeza do agir do Espírito Santo?

A Revista “Isto É” de junho, edição especial, retrata sobre milagres contemporâneos. Citou evangélicos defensores da teologia da prosperidade – pede-se oferta em dinheiro e, em troca, Deus concede bênçãos e maravilhas.

Em Gálatas 3.5 diz: “Aquele, pois, que vos dá o Espírito, e que opera milagres entre vós, faz pelas obras da lei, ou pela pregação da fé?”. O versículo está nos perguntando: nós fazemos grandes maravilhas para nos engrandecer, pra ganhar fama, adquirir mais dinheiro ou para manifestar a fé e glorificar o nome do Senhor?

Logo, encontramos dois problemas: somos vistos pela imprensa e por muita gente como pessoas que fazem barganha com Deus – E muitos profetas (“showfetas”) fazem suas “curas e maravilhas” sem saber quem é DEUS, ou sem glorificá-lo como devido.

O que muitos não entendem é que se uma pessoa precisa ser curada (se é para ela vivenciar esta cura, maravilha ou milagre), ela será, independente de imposição de mãos, fé pessoal ou “oração forte”.

Estamos esquecendo de reconhecer quem Deus é? Lembra-se quando você ia na escola dominical (se você ia) e eles falavam que Deus era Onipotente? Pode tudo e não depende de nada nem ninguém para fazer o que lhe aprouver.


Fazemos cruzadas internacionais de milagres, tenda da cura, culto do milagre e até campanha do poder, etc! Deus faz acontecer quando Ele quer – independente da ajuda de um pastor, presbítero ou líder. A cura e a fé não dependem de dinheiro, senhor apóstolo.

Esses grandes movimentos me causam medo e preocupação, são grandes e sempre precisamos avaliá-las com cuidado, ter um olhar crítico para essas coisas – até que ponto aquilo é verdade ou faz sentido? Será que é baseado na Bíblia? Lembre-se: quanto maior a altura que você chega, maior será a queda.

Já vi e vivi muitas coisas. Pastor metendo a Bíblia nas costas da irmã com violência pra ela ser “curada”, gente “transformando” prata em ouro... e já vi um ministério acabar de uma forma muito rápida: a queda fora grande demais para tentarem se levantar.

Por que vos alerto? Pois está para acontecer! Cristo está às Portas. Temos visto tanta mediocridade e heresia e nada temos feito. Apenas aceitamos e falamos: eles se entenderão com Deus. Mas, enquanto cruzamos os braços, há pessoas sendo enganadas, há pessoas indo pro inferno. Estamos no trilho e o trem está vindo – estamos todos vulneráveis à queda.

Não falo tudo isso para causar medo ou desânimo, mas sim para acordarmos e começarmos a desconfiar dessas “novidades espirituais” – o que não está na Bíblia não deve ser tomado como bíblico (isso deveria ser óbvio!).

Não podemos aceitar ser chamados de pessoas que barganham com Deus! Não agüento mais ver grandes homens caindo, trocando sua fé e reputação por tão pouco. Tenho saudades da normalidade dos cultos “batistões” de antigamente, onde sentíamos o Espírito Santo de uma forma tão íntima, com decência, sem invenção de moda, sem o sopro no microfone, sem proezas banais ou “bibliadas” de poder.

Tenho medo de onde isso pode acabar, pois sei que tudo isso só tende a piorar.

E é por isso que eu odeio religião.

13 comentários:

Victor de Paula 20 de julho de 2010 00:43  

Bom...vamos lá..

Sou contra a atitude de pessoas que tentam barganhar algumas bençãos com Deus no culto da vitória, culto da prosperidade, culto da cura e etc... em Mateus 6:33 diz: "Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas".

Devemos buscar o reino, a vontade de Deus para nossas vidas que muitas vezes não é só a benção, prosperidade e vitória. "Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma? Marcos 8:36"

Mas, tambem creio na liberdade do espirito Santo e quem somos nós para tentarmos entender, "Ora, o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade."
2 Cor. 3:17 - Da maneira que o Espirito Santo querer agir devemos estar preparado a dizer Eis-me aqui, usa-me!

O importante nisso tudo é ter discenirmento, e isso só vem atravez de relacionamento e intimidade com o Espirito Santo. Que você seja assim em nome de jesus,

Amem!

Victor de Paula

Cristine 20 de julho de 2010 03:22  

É verdade, muitos tem usado o pulpito para ganhar fama e dinheiro as custas da ignorância do povo. Falta muito ensinamento e cautela, e sobram shows, aparências e interesse!

Mas de tudo isso já estavamos avisados não é? Como disse, o trem se aproxima!

Porém irmãos, muito cuidado ao julgar, e por isso descordo da parte em que diz " para acordarmos e começarmos a desconfiar dessas “novidades espirituais” – o que não está na Bíblia não deve ser tomado como bíblico (isso deveria ser óbvio!)." Não isto não é óbvio, Jesus e os discípulos presenciaram maravilhas, milagres e acontecimentos que seriam julgados como "novidades espirituais" ou teatro! E Sim, Jesus disse que coisas muito maiores aconteceriam, principalmente agora no "fim", o aumento do real avivamento e do agir do Espírito é proporcional ao aumento dos falsos profetas, do interesse e da maldade!!!

Queridos, eu mesma já presenciei e participei de manifestações que seriam difíceis de descrever, mas isto não se deu em meio a um grande público ou de forma apelativa, e sim como resultado de muita oração, jejum e comprometimento com a obra de Deus! Algo que adicionou não apenas um "show" ou uma experiência sobrenatual ao ministério, mas muito direcionamento, cura, restauração, libertação e transformação de vidas!!!

O que eu tenho medo, é que os não cristãos leiam sobre tanta discondância e julgamento no meio cristão e se tornem vacinados contra a palavra e o agir de Deus!

Obs: espero que muitos cristãos não tenham um choque muito grande quando chegaram ao céu!rs

Deus vos abençoe!
Cristine (batista) - SP

T-7 20 de julho de 2010 07:15  

Cristine,

Quando Jesus disse que faríamos obras maiores que as dele, será que ele estava falando de movimentos que não condizem com a Palavra? Não. Ele falava de milagres e sinais sim, mas o próprio Mestre nos alertou que nos fins dos dias apareceriam falsos mestres que se possível fosse enganariam até os próprios escolhidos.

E é necessário que se diga outra vez o versículo tantas e tantas vezes repetido aqui:

"Não julgueis segundo a aparência, MAS JULGAI segundo a reta justiça." João 7.24

A "Reta Justiça" citada no texto é a própria Palavra do Senhor - se não formos como os cristãos de Beréia, que analisavam tudo o que o apóstolo Paulo falava segundo a Palavra, seremos presas fáceis nas mãos dos enganadores que existem em nosso meio.

Sejamos bereanos! É o mínimo que podemos fazer.

Josias (@josiassssssssss) 20 de julho de 2010 09:50  

Bom isso e preocupante pessoas que são levadas pela cobiça e pela fama isso e muito ruim.
Oremos e façamos nossa parte, não esquecendo de pedir a Deus, que tenha miséricordia e abra os olhos dos que se encontram cegos, para que eles possam ver a GLÓRIA a verdadeira e maravilhosa Glória de Deus.
Eu creio nesses versiculo:

"Então os olhos dos cegos serão abertos, e os ouvidos dos surdos se abrirão." (Isaías 35 :5)

Tiago 20 de julho de 2010 15:22  

É engraçado essas coisas. Eu costumo dizer que se daqui para frente, até o fim da minha vida aqui na Terra. Deus não me der mais nada, ainda sim eu tenho que agradecer a ele todos os dias por ele ter me dado aquilo que é mais precioso. A salvação.

E lendo o Texto do meu querido amigo Felipe, uma coisa me veio a mente. Hoje realmente não vemos mais pessoas que vão as igrejas para adorar. O mais comu hoje e vc ouvir "Vai lá na igreja irmão, Deus vai ti dar vitória"

Ou "O irmão ta passando por dificuldades? Vai na igreja, ora a Deus que Deus vai dar vitória".

Sabe, eu não tenho duvidas da misericórdia de Deus, sei que ele é poderoso para abençoar, sei também que ele me ama, e que ele pode me dar aquilo que meu coração tanto almeja.

Mas não consigo me conformar com o povo de hoje que vai atras da benção,e não de Deus.

Eu não sirvo a Deus para ir para o céu, ou para ser abençoado financeiramente, ou para ter uma vida sem sofrimento.

Eu sirvo a Deus, porque eu o amo.


Tiago Verde

GG 20 de julho de 2010 16:24  

Belas palavras, Tiago.

Josias (@josiassssssssss) 20 de julho de 2010 18:05  

Belas palavras, Tiago.[2]

Ira 21 de julho de 2010 09:58  

Ótimo comentario Victor de Paula!

Felipe Nogs 21 de julho de 2010 15:00  

tinha que ser meu amigo neha Ira UASHHASUH ele é o cara! Depois falo dele! ashuas brinks

Cristine 22 de julho de 2010 04:11  

Concordo plenamente Tiago! Creio que Deus continue procurando "adoradores que o adorem em Espírito e em Verdade"! Hj muitas igrejas parecem mais com uma obra assistencial que distribui esmolas!

A todos: Qndo falei sobre acontecerem coisas maiores do que antes, foi apenas um exemplo sobre não limitar o agir de Deus! Não falei sobre aceitar qq coisa que aparece ou qq falsidade proferida por líderes de aparência!
Tudo precisa ser analisado sobre a luz da palavra! Porém isto não significa que o agir de Deus vai se limitar aos nossos achismos e paradigmas, muuuuito do que Deus Fez antes, faz agora e esta por fazer, vai parecer loucura. Se como filhos de Deus e representantes do reino, não entendermos isto, estaremos perdendo a oportunidade de vivermos plenamente a vontade de Deus, e ficaremos tentando em vão prender o agir do Espírito Santo dentro de nossas formalidades e racionalismos!!!
É sobre isto q eu estava dizendo! E como comentei no final, creio q muitos crentes ficarão espantados qndo Deus se manisfestar de alguma forma "louca" (não racinal aos nossos olhos limitados)!
Bom, depois das visões e vivências sobrenaturais de tantos personagens bíblicos, não entendo como muitos acham q certar coisas seriam "impossíveis" vindas de um Deus que não esta preso à liturgias/formalidades das igrejas!

Deus vos abençoe! Abraços a Todos!

T-7 22 de julho de 2010 07:38  

Cristine,

existe UMA coisa que Deus não faz. É a única coisa que lhe é impossível, pois é contrária a sua natureza: mentir.

Deus não mente - e a sua Palavra é a verdade.

Quando dizemos que o que não está na Bíblia precisa ser analisado com cuidado é por puro espírito bereano, como descrito em At 17.11 - não estamos limitando o poder de Deus, aliás, isso é impossível! O que estamos fazendo é cumprir com uma recomendação do apóstolo Paulo que diz "Examinai tudo e retenha o que é bom".

Limitar o agir de Deus é dizer que Ele é incapaz de cumprir sua Palavra e ter que se sujeitar aos modismos humanos. E isso, Ele não faz.

T-7

Tiago 26 de julho de 2010 10:43  

Só um exemplo daquilo que comentei mais acima.

Estou desempregado. E ontem durante o culto, pessoas vieram a mim dizer.

"Tiagão, amanhã tem culto de oração, estamos em uma campanha para aqueles que estão desempregados. Venha, Jesus vai ti dar vitória"

Veja bem, não tenho duvida que Deus pode me dar vitória, não tenho duvida que o caminho é a oração.
Mas não sou hipócrita. Nunca fui aos cultos de segunda feira, e não é porque estou com dificuldades que vou. Não quero ir atras de Deus porque estou com dificuldades.

Sei sim, que é importante estar nos cultos de segunda feira orando. Mas como eu disse no primeiro comentário. Vou tomar essa iniciativa (quando tomar) por amor. E não porque preciso de um favor de Deus.

Tiago Verde

Felipe Nogs 26 de julho de 2010 14:43  

Boa Tiago, entendeu perfeitamente o que o texto quis dizer!

Postar um comentário

BLOG BOOKS!

Onde é que tá?

Divulgue-nos

T-7

Territorianos

Facebook

Comparsas

Siga-nos no Twitter

ImageHost.org
BlogBlogs.Com.Br