Parafraseando 002."Espelho, espelho meu"


Somos especialistas em julgar as coisas pela aparência. Seja um livro pela capa, um filme pelo trailer, ou alguém pelo estilo de roupa que veste, livros que lê, músicas que ouve, etc.

Estamos acostumados com esta mania. Já faz parte de nossa natureza. Julgar tudo e todos depois daquela primeira olhadela é normal. Estamos tão obcecados em nossa busca por padrões que tudo o que é aparentemente feio vence qualquer outra qualidade que possa sobrepujar a ausência do que costumamos chamar de beleza.

Passamos, por exemplo, por um exemplar de "O Guia do Mochileiro das Galáxias" na livraria e, se nunca ouvimos falar do tal livro, rejeitaremos sem pestanejar a possibilidade de desfrutar de um dos livros mais bem humorados e divertidos que eu já tive a chance de ler. 

Ou quem sabe ignoramos "Pequena Miss Sunshine", um filme belíssimo, delicado e sincero sobre o valor da família, apesar das diferenças, só por causa da capa esquisita, de um amarelo gritante com fotos recortadas de modo bem amador no encarte do DVD.

Todo dia e em todos os momentos, estamos andando por aí à procura de pessoas que reflitam nosso conceitos, teologias e gostos. Somos fatalmente apaixonados pelo nosso próprio umbigo! E esta paixão é tão intensa que dissipamos toda e qualquer possibilidade de procurar a beleza onde ela aparentemente não está.

O rapaz de óculos no canto da sala, ou o jovem com um fone de ouvido no ônibus, talvez a garota gaga e esquisita que trabalha com você. A beleza está logo ali, é só abrir o livro, esqueça a capa. Esqueça também esta mania de andar por aí olhando para todo mundo com a mesma pergunta na cabeça: "espelho, espelho meu, existe alguém tão belo quanto eu?"

"Sim, é claro que existe! E está muito mais perto de você do que sua mente egocêntrica é capaz de imaginar", responderia o sábio espelho, se déssemos a ele a chance de falar mais alto que nossos próprios pensamentos.


by GG




PS.: Obrigado ao André Gonçalves que me enviou a foto desta postagem e outras tão engraçadas quanto. Valeu, Dé!

3 comentários:

Passamani 10 de junho de 2010 13:37  

Não olhe as coisas a partir do SEU umbigo!

@SamuelPass
T-7 Staff

Dede 10 de junho de 2010 13:50  

realmente e nem notamos q com a msm medida que medimos, estamos sendo medidos.

parabéns GG
paz

Julião 10 de junho de 2010 13:53  

O texto é muito bom, como sempre... mas aí, essa foto é engraçada demaaaaaaais!!! kkkkkkkkkk

Ri litros! Quase não consigo ler. Parabéns!

Postar um comentário

BLOG BOOKS!

Onde é que tá?

Divulgue-nos

T-7

Territorianos

Facebook

Comparsas

Siga-nos no Twitter

ImageHost.org
BlogBlogs.Com.Br