A Indústria Levítica e a Máfia da Mentira

Cantar, e cantar, e cantar a beleza de ser um eterno... vendedor de indulgências?

Algumas pessoas andam confundindo as coisas por aí, e eu me cansei de cruzar os braços só pra assistir de longe este circo sem graça de comércio de talentos e exploração de pessoas inocentes.

Tomei conhecimento há alguns dias sobre uma igreja que firmou compromisso de bancar uma certa agenda dos seus jovens, convidando assim um tal cantor para "apimentar" o congresso. O líder destes jovens jamais se comprometeu em bancar a tal agenda, afinal, isto seria completamente estúpido da sua parte, já que o tal não possui condições financeiras para tal. Apesar disso, o tal líder de jovens conseguiu bancar metade do evento do próprio bolso, sendo que a tal igrejola não gastou basicamente nada com o evento que, ao que consta, conseguiu angariar algum fundo.

A tal denominação, apesar de possuir um templo modesto, conforme me foi repassado pela fonte mais confiável quanto a este assunto - a liderança da tesouraria de tal igreja - chegava a ter um "lucro" mensal de R$ 5.000,00 e se recusou a pagar míseros R$ 200,00 para complementar o "cachê" de tal cantor.

Pelo que fiquei sabendo, o camarada (que nem é mais líder de jovens, pois até se desvinculou de tal igreja) agora está sendo perseguido pelo tal cantor, por causa de 200 reais, enquanto a igreja se recusa a pagar a quantia (200 deve ser muito pra quem tem 5 mil de lucro mensal, né??), e ainda acusa o tal rapaz de ter utilizado este dinheiro para outros fins.

O rapaz agora quer meter um processo nas costas da tal igreja, por calúnia e difamação - ninguém gosta de ser chamado de ladrão - e o tal "levita" (odeio este termo patético, principalmente quando é utilizado pra denominar meros animadores de palco) continua perseguindo o pobre rapaz.

A que ponto nós chegamos, meus queridos? Instituições milionárias que se recusam a bancar uma agenda miserável - é quase uma esmola de mendigo chique. Cantores que preferem o dinheiro ao crescimento do Reino. E líderes bocós que ainda acreditam que qualquer movimentozinho pode causar algum "efeito avivamento" qualquer.

Cansei desta Indústria de cantores que só quer saber de vender CD, sem doar seus corações em troca do verdadeiro crescimento do Reino de Deus. Cansei das denominações que enriquecem seus líderes a todo custo, pisando na cabeça que tudo e de todos pra chegar ao topo... mas ainda tenho a convicção imutável de que, quanto mais alto estiver, pior será a queda.


Com pesar,
GG

2 comentários:

Júnior 23 de fevereiro de 2010 19:55  

"... quanto mais alto estiver, pior será a queda."

Boa @gustavogui!

Eu cansei dessa galerinha faz tempo e acho que no meio "underground cristao" ou "fora da cena cristã" tem mt coisa boa, não apenas rock, como musica popular, jazz, soul music e outras coisas...

Continuo crendo q um dia os crentes deixarão de ser credores e passarão a ser cristãos!

Saudações, meu velho amigo!

volkov.

Rayele Queiroz 25 de fevereiro de 2010 16:59  

Olá, segue meu desabafo...
Que interessante esse post! Hoje passei uma situação meia ABSURDA, ao meu ver, as pessoas animadoras de cultos, estão confundindo as coisas, trocando posições e deixando de lado os valores. Ufa! Dá pra cansar, com tanta exigência de R$ (ah! você sabe né, eu tenho que cobrar um valor mais alto, para "sobrar", para ter do que me vestir, comprar, gastar, consumir). O Reino de Deus tem ficado em ÚLTIMO LUGAR. O IDE de Jesus, ah! pra que se preocupar com isso? Lamentável. Ás vezes me preocupo, será que estou errada em pensar assim, e eles certos? Será que é essa postura a correta de se viver diante de Deus? De uma coisa, tenho certeza: Se não temos desejo de se santificar aqui, como será no Grande Dia, diante do Todo Poderoso?

Postar um comentário

BLOG BOOKS!

Onde é que tá?

Divulgue-nos

T-7

Territorianos

Facebook

Comparsas

Siga-nos no Twitter

ImageHost.org
BlogBlogs.Com.Br