Foi em um domingo como esse...

Era um domingo e o sol brilhava pouco naquela manhã.
Não haviam flores, brisa ou qualquer manifestação viva de que aquele dia seria melhor que o anterior. 


Na cabeça da mulher escondida sobre a roupa que lhe cabia, mas que não cabia sua tristeza, uma dúvida: onde está o corpo que deixamos aqui?
Era um domingo e o sol brilhou mais forte.

As flores, a brisa e toda a vida existente evidenciavam o impossível: independente de qual for o dia, será sempre melhor que o anterior.




by GG

1 comentários:

porele 26 de abril de 2010 20:22  

Muito bonito GG!! Parabéns!!

Postar um comentário

BLOG BOOKS!

Onde é que tá?

Divulgue-nos

T-7

Territorianos

Facebook

Comparsas

Siga-nos no Twitter

ImageHost.org
BlogBlogs.Com.Br