O Amor nos faz Um

Se existe um princípio (ou sentimento, dom, escolha, chame-o como quiser) que não deveria jamais ser esquecido, esse é o amor. Nada o supera em beleza, importância ou influência. O amor, como sugere o subtítulo de um belo e já antigo filme, é contagioso.

A revelação plena do caráter divino, Jesus Cristo, nos ensinou que amar é muito  mais difícil do que imaginávamos, já que o Mestre requer que abracemos com sinceridade não só os que nos querem bem, mas também os que nos afligem com palavras ou atitudes cruéis. No entanto, o Senhor do Amor nos mostrou que nenhum outro dom é maior ou mais fundamental que este. Viver sem amor é perigoso, triste e desesperador.

Cristo, na cruz, nos fez um. Seja na bonança, na dor, na alegria ou nas tragédias da vida. Talvez seja por isso que catástrofes naturais são permitidas pelas Mãos Onipotentes do Pai Amoroso, porque Ele, em sua incontestável onisciência, sabe que seus filhos - pelo menos os que reconhecem a missão unificadora do Calvário - estarão carregando esta cruz: chorando com os que choram, se alegrando com os que se alegram, etc.

O que nos falta, muitas vezes, é reconhecer que o amor é o único dom que durará para sempre - pois a sua encarnação, a sua plenitude revelada, é imortal e eterna.

"Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros." João 13.35


by GG

2 comentários:

Anônimo 13 de abril de 2010 17:14  

Caromba, que música boa, eim!
Demais... me amarrei.

Olívio Farias 13 de abril de 2010 21:55  

Olá irmãos, gostaria que vcs mudassem o link do meu banner para .com. e remover o blogspot. hehehe
abraços

Postar um comentário

BLOG BOOKS!

Onde é que tá?

Divulgue-nos

T-7

Territorianos

Facebook

Comparsas

Siga-nos no Twitter

ImageHost.org
BlogBlogs.Com.Br