Os privilégios de um sofredor


Crombie e Palavrantiga cantam "O Vencedor"
da banda Los Hermanos

Me privar de sofrer é um equívoco.

Ensinar meu(s) futuro(s) filho(s) que tudo acabará bem, que a vitória estará sempre garantida e que a colheita sempre será farta é o tipo de coisa a qual não me submeterei jamais.

Essa doutrina insana, uma mentira deslavada na qual acreditamos piamente, que nos ensinou a rejeitar os momentos de dificuldade e sofrimento, que nos faz olhar para os vales da vida com medo e nojo... essa imbecil ideia que se desenvolveu no decorrer dos anos é uma infeliz mentira que nós mesmos inventamos.

Se aceitamos andar pelo Caminho, não foi pelo bem estar que ele poderia nos trazer, afinal, é uma estrada estreita, apertada e difícil de percorrer. Ignorar o "no mundo tereis aflições" que Jesus nos ensinou é uma estupidez. E esquecer que até no Vale da Sombra e da Morte, o nosso Pastor caminha conosco é a prova mais palpável da nossa incredulidade constante.

Somos simples garotos bobos que acreditam em tudo aquilo que nos tratá conforto e segurança. Mas o que vale mesmo é que, como diz a letra de uma banda não cristã, quem quer sempre vitória perde a glória de chorar! Não é na bonança que nascem os verdadeiros amigos, não é na riqueza que um amor sincero se destaca, e tampouco é na vitória que se conquista a verdadeira honra - o refrigério só vem quando precisamos dele, o consolo só chega quando carecemos de sua presença e a paz só é notada quando se conhece o efeito que sua ausência projeta em nossos corações.

Se somos todos irmãos, família de Cristo, um só Corpo em Deus, é impossível viver uma vida inteira sem sofrimento, pois sempre haverá alguém ao nosso lado que necessitará que choremos com ele, que andemos mais uma milha ou que soframos com ele a sua perda.

Quando meu filho nascer, vou ensiná-lo a doutrina do amor. Direi a ele o que não me ensinaram nas escolas, igrejas ou na universidade. Vou dizer a ele que perder não é ser menor na vida, e que o que mais importa, antes mesmo de ser um vencedor, é ter dentro do peito a verdadeira essência do cristianismo: o amor.


by GG

4 comentários:

Julião 1 de junho de 2010 13:38  

Que vídeo bom! Que música boa! Que texto lindo!
Demaaais!!!

Tarsis Azevedo 1 de junho de 2010 15:32  

"Pra dilatarmos a alma
Temos que nos desfazer
Pra nos tornarmos imortais
A gente tem que aprender a morrer
Com aquilo que fomos
E aquilo que somos nós"

O teatro magico - (outra banda não crista)

E depois brigam comigo por nao ouvir musica "gospel"

Hugo Enrique 1 de junho de 2010 15:43  

Pois é o amor tem ser ensinado! Tá faltando muito hoje!

morena moraes 2 de junho de 2010 22:22  

ê, Pastor GG!
essa vira pregação, ein! ^^
mais um texto marcante!!

@morenamoraes

Postar um comentário

BLOG BOOKS!

Onde é que tá?

Divulgue-nos

T-7

Territorianos

Facebook

Comparsas

Siga-nos no Twitter

ImageHost.org
BlogBlogs.Com.Br